segunda-feira, 22 de novembro de 2010

E seu Luiz sorriu


Como se fosse uma heresia rir para a posteridade, meu pai sempre posou para foto com ar sério.

Como nunca é uma palavra que existe para deixar de existir, eis o paizão, aos 81 anos, rindo ao meu lado e do meu irmão.

O cenário foi o bar do mano em São Paulo e a fotógrafa foi a minha namorada Carmola que, com toda a graça feminina, falou:

“Sorria, seu Luiz”.

E não é que seu Luiz sorriu?
Postado por Washington

5 comentários:

Diretoria do blog disse...

Nada como o encanto feminino para arrancar o sorriso soterrado em anos e anos de cara séria. Parabéns ao seu Luiz que, graças à Carmola, pelo menos nesta foto, passará à posterida sorrindo....

Anônimo disse...

é uma cavalheiro, uma moça pede, ele faz.
Carmola

inacioval disse...

Frequento o Badauê, o lula possui uma forma digamos anarquista de administrar um "butiquim", pena nesse domingo em que você esteve por aqui eu não ter passado por lá, gostei do site,vou mandar para o seu email algumas fotos do sarau que fazemos uma vez por mês por lá.
abraço
valmir

Neri disse...

Pô. Deu saudade! Vou dar uma passada por lá. Espero rever o Washington!

luiz.neri disse...

Não esqueçam a festa na Vila dia 11de dezembro, na quadra!
Neri.