sábado, 7 de julho de 2012

Eu quero mocotó....

Somos as nossas vivências.

Se isso é verdade, a Vila Maria, em São Paulo, e a Praça São Salvador, no Rio, são alguns dos locais que moldaram este troglodita aqui.

Quando mais jovem, frequentava um pé sujo na Vila Medeiros, que é subdistrito de Vila Maria, chamado Bar do Mocotó.

Depois, fui para outros lados e o boteco continuou lá, firme.

Hoje é um dos bares mais famosos de São Paulo.

De vez em quando um amigo vem me falar do bar, como se eu não o conhecesse.

Aliás, se revê-lo e quero em breve, não vou reconhecê-lo, pelas fotos que chegam a este blog.
Vou logo, logo verificar se o mocotó continua gostoso e revigorante (quando lá frequentava há 30 anos não precisava tanto disso)  e a cerveja gelada.

Pela fama que abiscoitou, acho que vou gostar, de novo....

Assinado, co-editor Washington, que conhece os botecos de São Paulo muito mais do que o co-editor Américo Vermelho.

ps.: atualizei sobre este bar porquê o Júnior Waldemar, meu amigo que mora na Lapa, postou no Facebook o logo acima, e em decorrência de tantos outros que têm me instigado a fazê-lo.

Um comentário:

Diretoria do blog disse...

Posso não entender dos botecos de SP tanto quanto o nosso lépido co-editor Wasgington, mas de fotografia eu entendo mais. Veja bem: eu jamais deixaria de enquadrar as placas acima, não cortaria os pés das mesas, etc