sexta-feira, 14 de junho de 2013

Ao Chico, no balcão que estiver




Foi para o outro lado do balcão um garçon que era muito amigo do pessoal do blog e dos frequentadores da Adega da Praça São Salvador, no Flamengo.

Recebemos a notícia do falecimento do cearense Chico, nosso amigo de todas as horas, de balcão e de mesa. 

Chico acompanhou o nascimento do blog e nos ajudou a embalá-lo quando este chorava por cerveja já em sua tenra idade.

Chico raramente sorria, mas era de uma ternura sem igual.

Sempre tinha uma palavra bem humorada aos nos atender.

Tornou-se nosso amigo para sempre.

Luiz Fernando Veríssimo diz que se uma pessoa, que se diz amiga de todo o mundo,  tratar mal um garçon, esta pessoa não é uma boa pessoa.

O Chico sempre foi considerado por nós e pelos frequentadores da Adega e sempre também foi cordial com todos.

À família do Chico nossos sentimentos.

E, Chico, onde estiver, sempre nos proteja dos garçons que atendem mal, dos donos de pé sujo exploradores e dos chatos de balcão.

Um comentário:

Diretoria do blog disse...

Chico, faço minhas as palavras do nosso co-editor, Washington.....esteja onde estiver, continue a ser a pessoa que sempre foi: cordial, gentil, atencioso, etc.
O melhor garçon da Praça São Salvador!