quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Botecos nordestinos

Infelizmente, o blog já tirou os pés do Nordeste brasileiro mas continua com a cabeça lá. 

Aqui fachadas e interiores de alguns dos botecos que o blog teve o prazer conhecer em sua excursão pelo sertão nordestino. 

 Bar em Orocó, nas margens do São Francisco, sertão pernambucano
 Muitos bares no sertão pernambucano deixam pintar suas fachadas com as cores e a marca da cachaça Pitu. Nós, do blog, entendemos que isso tira a personalidade dos botecos. Solicitamos, portanto:
Ypióca tire as mãos dos pés sujos nordestinos.

Budega em Caraibeiras, onde tem de tudo um pouco, mas que vende principalmente a "marvada" da cachaça.



Normalmente, os bares fecham na hora do almoço e só abrem depois das 16 horas.





 Outra gostosa tradição nordestina: comer um bode assado e tomar umas nas sombras de árvores.




 Salutar proibição, pois os sons estridentes de carros são uma praga no sertão.


2 comentários:

Diretoria do blog disse...

Verdadeira romaria, digna de um devoto do Padim Padre Cicero, pelos bares do sertão nordestino, qual um Mário de Andrade a rodar pelas mesmas estradas a cata de cantorias e musicas regionais.
Parabens.....verdadeiros achados arqueológicos.

Diretoria do blog disse...

Ogrigado, fundador e co-editor deste nosso resistente blog. Estamos juntos no pé do balcão.