sábado, 28 de agosto de 2010

Pelada na Praça



Tá provado. A galera da Praça São Salvador gosta mesmo é de uma boa pelada. E de gelada!

E o Vitor Goes, nosso poeta de plantão, instantaneamente produziu o obra poética abaixo:

POESIA NUA
Do imponderável instante das gotas etílicas
Vaguei buscando sentidos em seu corpo impossível
E do mais profundo centro inominável do mundo
Me arrebata uma certeza indubitável:
Bebi da fonte mais doce
A bela visão do sublime.

video

11 comentários:

Anônimo disse...

os homens dessa praça têm uma sorte danada...
nunca vi lugar com tanta mulher pelada....

Carmola

Gabriel disse...

cool....

Renato Flôr disse...

Parabéns ao blog.
É febre nacional.
Ninguém resiste a uma boa pelada.
Salve São Salvador!

washington disse...

valeu, povo. vamos colocar as coisas a nú.

Tuca Zamagna disse...

Oi, Washington

A coisa tá ficando sofiticada. Dessa vez tem até vídeo!

Já estou surrupiando umas fotos para postar no meu blog. Vou pôr um link para esta postagem e informar sobre o vídeo.

Abraço

Anônimo disse...

Muito bom!!!
nao tinha como nao aplaudir essa situaçao surreal
salve sao salva!!

J Araújo disse...

Como se vê uma mulher é sempre uma musa inspiradora. Nem precisa ser tão bele.

Abraço

Wolber Campos disse...

Ah, se esse barzinho fosse aqui na Vila madalena...

Um abraço!

reltih disse...

excelente post, el cuerpo de mujer en tinte artístico.

Will disse...

Custei a acreditar q era a São Salvador. Pq essas coisas não acontecem quando eu estou lá?

vermelho disse...

Diretamente da Praça São Salvador - RJ...Esta lançada a BURCA carioca. :o)