terça-feira, 18 de março de 2008

Esforço concentrado


Tal qual o Congresso Nacional, também fazemos esforço concentrado quando o assunto é de interesse nacional, como pode-se notar na foto acima.
Da esquerda para a direita, Paulo Adario, Americo Vermelho, Carmen Eloisa (Carmola) e Washington Araujo, num momento de intensos debates sobre os destinos dos pés sujos da cidade, assunto que domina o noticiário do país há varios dias.

5 comentários:

Gabriel disse...

Muito bom o blog. E a causa é justíssima, já adicionei um link no meu blog. Por coincidência acabo de publicar um texto em homenagem a um dos melhores pé-sujos (como é o plural dessa porra?) de Brasília.
Abraços

Anônimo disse...

Salve, Américo, melhor ainda vê-lo ao lado do Paulo Adário, meu companheiro das antigas...
Saúdo a inciativa e convido a comunidade para bater uma gelada no bar do Gomes, aqui em Santa Teresa. Vale a pena, se é que pena existe para tal deleite.

abç toninho vaz

Anônimo disse...

Perguntaram para o alemão Erwin, de Curitiba, grande cervejeiro, qual a grande invenção do ser humano. Ele foi rápido:

- A pompa. A pompa da chope.

t vaz citando o livro O Botecário, do cartunista Dante Mendonça.

Roberto Fraga Jr disse...

Excelente Blog! Vou adicionar o endereço no meu! Como disse o Gabriel a causa é justa.. ou seria é justa a causa. Bem, a ordem dos fatores não altera o produto!

Um forte abraço!

zé sergio disse...

Uóxinton, parabéns pelo blogue e pela idéia. E obrigado por me apresentar ao figuraço Remo Pellegrini. Sobre butecos, acabo de ver a reprise do programa do Pereio, onde ele e o Antônio Pedro metem o pau nos botecos de grife. Tire as mãos do meu pé sujo chega para desafinar o coro dos contentes. Aqui ninguém toma banho morno. É bola ou búrica, é calça de veludo ou bunda de fora. Salve a Cadeg, o Amendoeira, o Costa, o Chico, o Neudo, o Santos, estes do Rio; viva o Bar Leo, no Centrão velho de Sampa; salve o Mercado São Pedro e o Caneco Gelado do Mário, em Niterói. Comentei sobre o Meupesujo nos obrigatórios blogues Buteco do Edu e Histórias do Brasil. Bons ventos nestas velas!